Escrevendo Textos...: Retrospectiva 2001

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Retrospectiva 2001

Começou com um ano bem triste, perda de um amor, a realidade batia em minha porta dizendo que meu mundo mágico de universitária havia acabado, grandes amigos se foram e uma tristeza invadiu meus ser, era tanta dor na alma que acabou a ser dor física.

Parece um ano melancólico, mas foi o ano que eu mais amadureci e evolui, a dor me fez enxergar um universo diferente, velhos conceitos foram derrubados, encontrei-me com o espelho da verdade que me mostrou o meu verdadeiro EU, quem realmente habitava esse corpo, do que eu realmente gostava e não do que o mundo me fazia gostar e foi assim na dor que encontrei meu mundo, aceitei e amei a única pessoa que me pode realmente me fazer feliz... EU.

Também foi ano de vitórias, ano dos primeiros passos de grandes conquistas futuras, comecei a escrever meu livro na dor, foi o ano que mais li livros, ingressei na religião que me fez encontrar a paz, ganhei meu primeiro carro, comecei a fazer pós-graduação na Federal de meus sonhos, fui buscar conhecimentos em outras cidades o que me deixa motivada.

Engraçado mesmo foram as pessoas, o milagre de conviver e trocar experiências com nossos irmãos, o destino separou o joio do trigo, perdi grandes amigas que não eram tão grandes como eu pensava e ganhei novas, conheci uma pessoa especial que me fez ver que eu merecia muito mais do que eu pensava e que me mostrou o começo do que será meu mundo, fiz amizades com pessoas que fazem parte desse mundo que me fez sentir orgulhosa, pois sou diferente, mas esse diferente é justamente ser melhor do que as pessoas com quem eu vivia e achava um máximo, bem como a história do patinho feio.

Fico orgulhosa e muito satisfeita com as pessoas que eu ajudei, com palavras, gestos, ombro amigo e muito carinho e atenção, fiz a diferença na vida de uma pessoinha especial, passei meu conhecimento a diante, percebi que uma palavra amiga faz tanta diferença que tentei dar o máximo dela as pessoas que as buscavam em mim e por diversas vezes escutei a frases que me motivou a ser paz, amor e fraternidade: “Você traz paz!”

Não poderia deixar de escrever as barreiras mais difíceis de vencer, as dos sentimentos. Consegui neste ano vencer os meus medos, minhas angustias, meu egocentrismo, meu ciúme, meu desequilíbrio, meu orgulho e minha irritabilidade. Acho talvez que estes ou parte desses não exista mais.

Posso resumir esse ano de 2001, como o ano de lapidação, sempre fui uma jóia, mas não reconhecia meu valor e precisava de cortes e acertos para ter um novo brilho.

Acredito que 2012 se resuma nesta frase: “O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã! 30:5” E depois de tanto choro, 2012 será a manhã tão esperada! Assim seja!

2 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Agora olha pra frente e perceba que o mais importante é o agora daqui a pouco 2012 que quer você linda, luminosa, presente e inteira em sua beleza encanto magia com amor transbordando pelos poros do seu viver que está aí pra ser feliz.
O 2012 é seu, todo seu.
Cadinho RoCo

Anônimo disse...

Olá escrevendo-texto.blogspot.com. Encontrei seu site através do Google enquanto procurava por uma questão similar, o seu site tem aqui para cima. Parece bom. Eu tenho bookmarked-lo em meu google bookmarks para voltar mais tarde.