Escrevendo Textos...: Julho 2011

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Boas mudanças...

"Lembremo-nos de que o homem interior se renova sempre. A luta enriquece-o de experiência, a dor aprimora-lhe as emoções e o sacrifício tempera-lhe o caráter. O Espírito encarnado sofre constantes transformações por fora, a fim de acrisolar-se e engrandecer-se por dentro."
Chico Xavier.

Essa frase me resume em meus últimos tempos, lembro da menina frágil, com medo de tudo, sem poder de decisão, que não acreditava em seus potenciais, que não encontrava-se na sua religião, que tinha medo de perder qualquer tipo de pessoa a sua volta, que tinha medo de demostrar seus sentimentos, que tinha magoas, que não valorizava seus dons, que era negativa, que não sabia o que era perder uma causa, que achava que as coisas deveriam acontecer como desejava, que não quebrava seus antigos conceitos, que era feita de ilusões...
Ainda há muito nesta estrada para se caminhar, para evoluir, mas hoje a luta, a dor, e o sacrifício me fizeram uma pessoa diferente da que eu era...

Quanto se estar nestes momentos difíceis, pode acreditar que este pode ser maravilhoso, só basta ter fé.
Hoje eu agradeço a Deus por todos os momentos de minha vida, mas principalmente aqueles em que ele esteve comigo na dor, pois foram esses que fizeram de mim, uma pessoa melhor!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Somewhere I Belong - Lugar ao Qual Eu Pertença

Eu não gosto muito de colocar videos musicais, mas esse mexeu comigo, é um rock mais pesadinho do Linkin Park, mas que eu não imagina ter uma tradução tão linda...
Música forte, que nos faz realmente querer nos conhecer , nos curar, nos amarmos...
Quando isso começou, Eu não tinha nada a dizer
E eu fiquei perdido no nada dentro de mim
(Eu estava confuso)
E eu deixo tudo sair para descobrir
que eu não sou a única pessoa com essas coisas na cabeça
(Dentro de mim)
Mas, todo o vazio que as palavras revelaram
é a única coisa real que eu ainda sinto
(Nada a perder)
Simplesmente estagnado, vazio e solitário
E a culpa é minha
E a culpa é minha


Eu quero me curar, eu quero sentir
o que eu nunca achei que fosse real
Eu quero me livrar da dor que eu senti durante tanto tempo
(Apagar toda a dor até que ela se acabe)
Eu quero me curar, eu quero sentir
como se estivesse perto de algo real
Eu quero encontrar algo que sempre quis
Algum lugar ao qual eu pertença


E eu não tenho nada a dizer
Eu não consigo acreditar que eu não caí na real
(Eu estava confuso)
Olho para todo lugar só para encontrar
Não é essa a maneira que eu imaginei na minha mente
(Então, o que eu sou?)
O que eu tenho além de negatividade?
Porque eu não consigo justificar a forma que todo mundo está olhando para mim
(Nada a perder)
Nada a ganhar, eu estou vazio e sozinho
E a culpa é minha
E a culpa é minha


Eu quero me curar, eu quero sentir
o que eu nunca achei que fosse real
Eu quero me livrar da dor que eu senti durante tanto tempo
(Apagar toda a dor até que ela se acabe)
Eu quero me curar, eu quero sentir
como se estivesse perto de algo real
Eu quero encontrar algo que sempre quis
Algum lugar ao qual eu pertença


Eu nunca vou me conhecer
até que eu faça isso por conta própria
E eu nunca vou sentir
nada mais enquanto minha feridas não estiverem curadas
Eu nunca vou ser nada até eu escapar de mim mesmo
Eu vou escapar
Eu vou me encontrar hoje

Eu quero me curar, eu quero sentir
o que eu nunca achei que fosse real
Eu quero me livrar da dor que eu senti durante tanto tempo
(Apagar toda a dor até que ela se acabe)
Eu quero me curar, eu quero sentir
como se estivesse perto de algo real
Eu quero encontrar algo que sempre quis
Algum lugar ao qual eu pertença


Eu quero me curar, eu quero sentir como
se estivesse em um lugar ao qual eu pertenço
Eu quero me curar, eu quero sentir como
se estivesse em um lugar ao qual eu pertenço
Lugar ao qual eu pertenço

domingo, 17 de julho de 2011

Ninguém é de ninguém

Terminei de ler o livro Ninguém é de ninguém, da Zíbia Gasparetto, sempre digo que o livros nos escolhem no momento certo de nossas vidas, este era que eu precisava ler no momento, ele não trata apenas de ciumes, mas de força, das decepções vividas, da ilusão que criamos em torno das pessoas.Enfim, é um livro maravilhoso que me fez pensar em vários pontos de minha vida, e algumas frases e trechos me tocaram profundamente.

"O orgulho é inimigo do bom senso."

"E de tanto se fazer de fraca a pessoa acaba acreditando que é mesmo. Mas é só uma ilusão. A força está lá. É só puxar para fora que ela vem."

"O ciúme é mau conselheiro."

"Descobri que somos nós que, com nossas atitudes, atraímos todos os acontecimentos e situações que vivenciamos."

"As pessoas falam o que querem ou pensam, mas é você quem vai ou não dar crédito ao que elas dizem."

"A desilusão ajuda a eliminar os falsos valores e a reconhecer os verdadeiros."