Escrevendo Textos...: Março 2011

domingo, 20 de março de 2011

Equilibrio

Hoje quero descrever exatamente o que tenho sentido, o que vejo agora quando eu olho para o espelho e o que sinto quando eu viajo para dentro do meu coração.

Finalmente posso dizer que sei o que é equilíbrio, não é apenas estar com a vida uma boa, mas é saber quem você é em vários momentos, é você se conhecer e saber qual lado rege sua vida. Um lado maldoso que vê recompensas em tudo, talvez um lado desesperado que não enxerga solução em nada ou talvez um lado tão passivo que nada de novo acontece.

O equilíbrio na verdade é um tempero em nossa vida, tem que ser dosado cuidadosamente, ele tem que existir, mas na quantidade que irá dar o sabor para cada ocasião.

Mas infelizmente, assim como os temperos o equilíbrio não se consegue comprar em prateleiras de qualquer pequena mercearia, e para alcançá-lo é necessário fé e auto-conhecimento.

Não sei se estou equilibrada o suficiente, mas se não estou, logo estarei.

sábado, 12 de março de 2011

Cisne Negro

Acho que é um excelente filme (depois de ter pensado bastante), e necessitamos de mais filmes assim, pois é isso que o filme nos faz: PENSAR. Acredito que para cada pessoa ele é visto de uma forma, depende de seu estado de espírito e maturidade intelectual para compreendê-lo.

Eu me identifiquei com o filme, a garota meiga que estava em busca de sua meta, que queria através de um fato marcante sair de seu casulo que a envolvia de problemas.

E para isso, muitas das vezes principalmente nós mulheres temos mais dificuldades e fragilidades emocionais, fazendo tudo ficar mais intenso.

Essa menina que vira uma mulher interpretada por Natalie retrata muito bem nossa realidade, nós somos marcadas pela rivalidade, somos mais analíticas e obcecadas pela perfeição.

Mas infelizmente nós sempre colocamos barreiras em nossas metas, essas são frutos de nosso psicológico, mas infelizmente apesar de serem mínimos detalhes eles são de extremo peso em nossos ombros, um simples exemplo é que colocamos a beleza como impedimento para algo, como se a cor do cabelo, alguns quilos a mais ou a menos ou até mesmo a altura fosse grandes problemas em nossa caminhada pela busca de nossos sonhos. Isso se resume na frase do filme "Seu único obstáculo é você mesma"!

O filme mostra também a dualidade de nosso ser, o lado do bem e do mal, ou da fragilidade e da força. Em cisnei branco ela foi meiga, delicada, dedicada e sempre com movimentos corretos, já o lado negro mostrou coragem, força de vontade e ousadia, todos nós temos esses dois lados e somente nós podemos decidir que lado é o melhor ou com muito sabedoria utilizar dos dois ao mesmo tempo, o que chamaria de equilíbrio. No filme ela se deixa levar pelo lado negro o que faz ela “matar” seu lado de cisnei branco.

terça-feira, 8 de março de 2011

Equilibrio

Nem todos os dias são de flores assim como nem todos os dias são de dores, há uma magia do equilíbrio, um fortalece o outro. Quantas vezes nos perdemos nas alegrias e nos encontrados nas dores e quantas vezes encontramos a paz na felicidade e a solidão nas dificuldades.
A paz e a solidão são sentimentos que nos traz elevação e evolução, pois só quem tem paz consigo mesmo pode se considerar feliz.
-FAS-

sábado, 5 de março de 2011

Espelhos da verdade

Ultimamente muitas coisas mudaram em mim, depois de me ver no fundo de um rio bem na lama, fui aos pouco percebendo quem realmente era essa pessoa que mora dentro de mim, fui aos pouco levantando e amadurecendo, e percebendo o quanto eu sou especial e assim fui me amando a cada dia mais e mais. Quem sabe eu descobri a verdadeira fórmula do amor, no meu caso ela está dando resultados, ela não é mais nada do que o amor-próprio.

Percebi que estava vivendo uma história do patinho feio, eu me sentia diferente perto das pessoas e eu achava que era menor por isso, mas na verdade sou um cismei, assim como o patinho feio eu olhei para o espelho da verdade e vi nele alguém muito maior do que eu pensava ser, com um futuro maravilhoso a minha espera.

Invés de eu estar incansavelmente na busca de alguém para estar ao meu lado, comecei um incansável busca de mim mesma e fui descobrindo maravilhas, além disso percebi que para conhecer alguém especial, deve-se primeiro conhecer a si próprio.

Uma coisa que gosto de mim é que eu gosto dos extremos, não gosto de nada mais ou menos, procuro o tudo ou nada. E nessas descobertas percebi que tudo que eu tenho na vida era fruto de minhas escolhas e de personalidade, é fascinante isso!

E hoje me flutuando em águas tranqüilas, assim como uma lótus!

-FAS-