Escrevendo Textos...: Dezembro 2010

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Futurooo!!!

Acho que o destino não entendeu muito bem o post passado, na verdade pode ser eu que não entendi...

Depois de decidir que eu quero ser uma simples dona de casa, ter filhos e viver humildemente, recebi uma ótima proposta pra trabalhar e estudar em São Paulo, em uma empresa grande no setor que eu gosto e com possibilidades de crescer muito na área.

Bem, a vida é uma caixinha de surpresas, mas esse primeiro é um sonho que eu não vou desistir, quem sabe um leva ao outro.

Enfim, as coisas vão melhorar a partir de agora, eu tenho certeza disso!

"Porque da vida eu só espero rir dos tombos,

aprender com o erros e continuar acreditando

que no final tudo vai dar certo sempre..."

domingo, 5 de dezembro de 2010

Isso que eu quero!

Hoje eu descobri realmente o que eu quero para minha vida, na verdade eu já sei disso a algum tempo, mas sempre Deus reserva um tempinho pra gente pensar e isso se chama livre arbitre.

Eu descobri que quero uma vida igual de minha avó, igual de minha mãe, é eu realmente quero uma família. E a minha é um máximo e quero complementa-la dando a alguém a minha família de presente. Sim é tudo que eu quero.

Quero casar, planejar a festa, convidar a família e amigos e depois ter filhos.

É tudo que eu quero mesmo!

Descobri que sou mulherzinha demais pra ser mulher moderna, pra trabalhar durante 8 horas, pagar suas próprias contas domesticas de luz, água e banco ainda chegar no final de semana ir pra balada, definitivamente isso não é para mim!

Sou daquelas mulheres hiper femininas, que nasceram pra cozinhar, cuidar da casa e dos filhos e do marido.

Ahh isso é o que eu quero para mim e para minha vida!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Quero ser feliz!


Eu agora to com medo, to muito fraca, o desespero foi substituído pelo cansaço, eu preciso ser feliz urgentemente. Já não como, já não durmo, já não tenho sorrisos, nem aqueles bem frouxos, preciso de socorro, alguém que escute meus gritos e choros. Eu já não aguento mais fingi que to bem, que to feliz, que minha vida está boa ou que a vida que levo é uma escolha minha. Não quero mais andar, quero é voar... Cansei, de verdade... Espero em Deus, um dia eu ser feliz!!


Autora: Fabíola de Almeida Santos